Logo



Menu

Posts Recentes



3 de outubro de 2018

Titanosauria: os verdadeiros titãs do planeta

Por Pedro Batista Marconi, Satyabhama D. W. de Oliveira e Tomás Honaiser Rostirolla



Os Titanossauros são conhecidos por serem os maiores dinossauros que já andaram pela terra. Eles viveram entre 145 e 65 milhões de anos atrás, ou seja, no final do período Jurássico e em todo o Cretáceo. Eles foram descobertos por Sir Willian Henry Sleeman na região central da Índia em 1828 - através de algumas vértebras, o suficiente para identificar que havia algo novo ali. Para algumas espécies, sua altura poderia chegar a mais de 35 metros. Além disso, os titanossauros eram herbívoros, alimentando-se de coníferas, palmeiras e gramíneas.

Quanto à reprodução, eles eram ovíparos! As fêmeas cavavam buracos no chão com a pata traseira e depois de botar os ovos (cerca de 25) dentro do buraco, cobriam-nos com sujeiras e vegetação. 

Esses pescoçudos estavam em grande número na sua época, e foram encontrados fósseis em todos os continentes do globo, principalmente no Hemisfério Sul, inclusive na Antártida. Como eles poderiam estar em lugares tão isolados como a Austrália e o Pólo Sul? Simples! Você já deve ter escutado que antigamente os continentes eram unidos na Pangea, pois os titanossauros surgiram bem quando eles começaram a se separar (no final do Jurássico) e se espalharam rapidamente pelo território global. Assim, conforme os continentes foram se separando, eles “levaram” alguns titanossauros para longe uns dos outros.

No Brasil, foram encontrados fósseis de nove espécies! Principalmente nas rochas da Bacia Bauru, no estado de São Paulo e no Triângulo Mineiro (MG). Alguns dos fósseis encontrados só possuem as vértebras da cauda, sendo necessária a comparação com grupos próximos para fazer a reconstrução do animal inteiro. Ainda assim, uma descoberta fantástica foi feita em 2005, o primeiro crânio completo de um titanossauro foi encontrado em rochas da Bacia Sanfranciscana no norte de Minas Gerais, no Município de Coração de Jesus.

O apelo visual desses dinossauros é grande, afinal eles são gigantes! E por isso vemos diversos Saurópodes (que são um grande grupo que engloba todos os dinossauros de pescoço e cauda comprida, os titanossauros são apenas uma pequena parcela destes) representados na televisão e cinema. Porém, o grupo dos titanossauros que apresentamos aqui não é muito valorizado nesses meios. Os pescoçudos que aparecem acabam sendo geralmente de outros grupos. Como o Braquiossauro, em “Jurassic Park” e o Giraffatitan no filme da Disney “Dinossauro”, que são da família Brachiosauridae. Também os Apatossauros nos filmes “O Bom Dinossauro” “Jurassic World” e “Em Busca do Vale Encantado” e os Brontossauros no seriado “Família Dinossauros”. Ambos fazem parte da família Diplodocidae.




Tapuiasaurus macedoi - que teve um fóssil de crânio completo encontrado no Brasil l Autor: Sergey Krasovskiy

Nenhum comentário:

Postar um comentário