Logo



Menu

Posts Recentes



4 de junho de 2018

Da cerveja ao combustível: algas em nossas vidas

Bosque de algas marinas na California |autoria:Jim Patterson

Você sabe o que é uma alga? Sei que a pergunta parece boba, mas o grupo das algas é mais diverso do que você imagina! Então algas não são as plantas que estão na água? Pois bem, alguns autores consideram algumas algas como plantas, as algas vermelhas e verdes por exemplo, por estarem no clado Archaeplastida ou “Plants” , mostrado na figura abaixo. Mas como se pode observar, além das algas que estão no grupo das plantas, temos uma grande quantidade de algas distribuídas nos mais diferentes ramos da árvore da vida.

Árvore da vida demonstrando os diversos grupos onde algas são encontradas | autoria desconhecida

É consenso que as plantas evoluíram de algas verdes há 460 milhões de anos atrás. O termo “alga” é, na verdade, um aglomerado de grupos taxonômicos, como podemos ver. Portanto, a diversidade que encontramos nas algas é incrível, desde seres unicelulares medindo cerca de dois micrômetros (um centimetro equivale a dez mil micrômetros) aos gigantescos Kelps medindo até sessenta metros. Temos algas que fazem fotossíntese e outras que se alimentam de outros seres. Isso mesmo! algumas algas do grupo dos dinoflagelados 

O que você acharia de visitar uma praia e ver um verdadeiro “céu estrelado” esparramado por cima das areias? Isso é possível graças a algumas espécies de dinoflagelados que possuem bioluminosidade. A cena acima foi registrada nas Ilhas Malvinas |autoria :Will Ho 


Esses seres estão mais presentes em nossas vidas do que podemos imaginar; talvez você use produtos provindos deles sem nem saber. O Agar, por exemplo, é extraído de algumas algas vermelhas, e com ele são feitos meios de cultura para microorganismos muito usados  na biotecnologia e na microbiologia. O agar forma uma gelatina transparente, muito rica em fibra solúvel (94,8%) e minerais, ideal para espessar e gelificar alimentos sem alterar ou adicionar qualquer sabor. O seu poder de gelificação é 10 vezes superior ao da gelatina de origem animal, por isso é muito usado na indústria alimentícia para a produção de gelatinas, caramelos, recheios, marmeladas etc. O alginato, por sua vez, é extraído de algas pardas e é usado na produção de sorvetes, produtos lácteos e misturas para bolos. Ele também melhora as características sensoriais de produtos da indústria de bebidas. Em cervejas, por exemplo, ele estabiliza a espuma, deixando-a mais espessa.


Aposto que já tomou ou comeu algum desses | autoria desconhecida

As algas também desempenham uma função vital para o nosso planeta no processo de captura de gás carbônico. Os cocólitos, por exemplo, são uma espécie de algas que possui uma carapaça e desempenha um papel importante no sequestro de carbono da atmosfera. São responsáveis por 25% da captura anual de carbono no fundo do mar.


Atualmente, as algas estão sendo utilizadas também na produção de biocombustível. São necessários somente luz, água e dióxido de carbono, podendo inclusive serem cultivadas em quase todos os lugares, utilizando uma área muito menor comparadas àquelas que as monoculturas usariam para produzir a mesma quantidade de combustível. Existem duas formas de cultivá-las: uma considerada aberta, utilizando tanques, e outra fechada, com uso de biorreatores . O primeiro é bem simples; há alimentação das algas o dia todo, e é retirado um caldo das mesmas. Já os biorreatores atuam como receptores da energia solar e permitem culturas individualizadas.


Campo de produção de algas | autoria : Revista de divulgação do Projeto Universidade Petrobras e IF Fluminense

Enquanto a soja produz de 0,2 a 0,4 toneladas de óleo por hectare, o pinhão-manso produz de 1 a 6 toneladas de óleo por hectare e o dendê, de 3 a 6 toneladas de óleo por hectare, alguns afirmam que com um hectare de algas pode-se produzir 237 mil litros de biocombustível; outros, mais contidos, informam que em uma superfície equivalente a um hectare semeado com alga pode-se produzir 100.000 litros de óleo!


Como podemos ver as algas e seus produtos estão muito mais presente em nossas vidas que pensávamos, e que alga não é só aquela plantinha que tem no mar, elas estão nas árvores nos lagos e até em sua piscina. E num futuro não tão distante, quem sabe, até no tanque do seu carro.

Autor: Rafael de Lima

Nenhum comentário:

Postar um comentário