Logo



Menu

Posts Recentes



12 de junho de 2017

Você sabe como se forma o petróleo e o carvão?


Texto por: Karla Oliveira Ortiz, Matheus Reck Dutra e Tamiris Porto da Cunha

Petróleo


    O petróleo, essa substância tão utilizada hoje em dia para geração de energia, levou milhões de anos para ser formado. Este recurso é originado da decomposição de plâncton, a qual deve ocorrer na ausência de oxigênio e passar por processos de alta temperatura e pressão por milhares de anos para que o líquido preto composto por diversos hidrocarbonetos possa ser formado.

    Os dois momentos de maior acumulação de petróleo são os períodos que compreendem o Ordoviciano e Siluriano entre 500 e 400 milhões de anos e nos períodos Jurássico e Cretáceo entre 195 a 65 milhões de anos. Durante esses períodos houve o aumento do nível do mar fazendo que o fitoplâncton se acumulasse e ao morrer obtivesse as condições necessárias à formação do petróleo (ver figura 1).

    No Brasil existe o Pré-sal, ele é composto por rochas marinhas com capacidade de acumular petróleo, é assim chamado, pois está localizado antes da camada de sal. Sua formação tem início quando os continentes ainda estavam juntos na chamada Gondwana, o afastamento dos oceanos criou fendas entre o Brasil e a África. Nessas fendas a água da chuva se acumulou formando grande lagos que acumulavam matéria orgânica. Essa matéria orgânica misturada com sedimentos finos entre areia, argila e calcário que ao se depositarem no fundo formaram as rochas porosas capazes de acumular petróleo. Com o afastamento maior dos continentes a água do mar invadiu os lagos e com a evaporação acabou acumulando uma espessa camada de sal.

Carvão


    O carvão mineral é formado a partir de troncos, folhas e galhos de plantas que morreram há cerca 300 milhões de anos em terreno pantanoso, pobre em oxigênio. Ao invés de se decompor, esses restos vegetais vão ser cobertos por lama e ser submetidos à pressão, calor e a atividade de bactérias, liberando água, metano e gás carbônico, sobrando apenas à substância sólida, de cor preta ou marrom, que conhecemos como carvão (ver figura 2).

A formação do carvão envolve quatro etapas:

  • Turfa: é uma substância orgânica esponjosa formada quando o vegetal é apenas parcialmente decomposto. 
  • Linhito: quando a turfa é submetida à pressão ela se transforma em uma substância mais sólida, Linhito. No linhito é possível ver restos de plantas.
  • Carvão Betuminoso: ele é formado a partir do linhito que recebeu ainda mais pressão, fazendo com que os traços vegetais desapareçam deixando uma substância preta e compacta.
  • Antracito ou hulha: Esse último estágio é quando o carvão se encontra mais duro por conta da exposição ao calor e pressão combinados. 


Curiosidades: A maior reserva de carvão do mundo fica na Rússia e compreende cerca de 50% do carvão mundial. Ela começou a ser formada no Período Carbonífero, na Era Paleozóica, há cerca de 300 milhões de anos.
No Brasil, as maiores reservas são no Rio Grande do Sul e Santa Catarina, essas sendo formadas há cerca de 250 milhões de anos atrás, no Período Permiano.

Nenhum comentário:

Postar um comentário